Um fragmento de planetas

*Iniciando Registro. Login: Indigo Senha: *******

*Protocolo: 13340
* Diário. 1ª Entrada
* Iniciar…
É…Ô Ralph, já tá ligado? *Reconhecendo voz…Indigo Bluehert*
– Tá, tá ligado! Vou te deixar ai e depois volto. Fica à vontade *Reconhecendo voz…Ralph D’Adurna*
Ok então…vamos lá.
Meu nome é Indigo Bluehert, tenho 17 anos, sou estudante e estagiário no Conselho Planetário. O Ralph, digo, nosso Chefe de Conselho Ralph D’Adurna solicitou a minha…história pois achava que enviar somente o ponto de vista humano seria como excluir as outras raças do nosso lar desse projeto.
Droga, devia ter falado a minha raça. Então, sou um Iorem da terceira geração. Caso não tenha visto nenhum Iorem, somos parecidos com os humanos mas temos olhos com cores mais amareladas e pastosas e pele de tons azulados. Eu sou bem azul escuro.
Ok. O Ralph deve ter falado sobre como as raças foram quase extintas pelo Cataclisma. Somos uma sociedade bem nova.
Err…
*20 segundos ocioso*
Meu trabalho no Conselho é de anotar e documentar tudo o que acontece nas reuniões. Esse material fica disponível para todos através do nosso sistema.
Gosto muito de escrever, até arrisco algumas poesias. Deixa eu ver se descubro como o computar ler meu texto…
*30 segundos ocioso*
*Iniciando leitura*
“Seus olhos são como as luas do planeta do meu avô.
Teus cabelos são como as ondar do mar de Iorese.
Sua voz como o canto das aves umerianas”
É meio bobo *risadas* mas eu fiz por causa de uma garota. Bem, eu não ganhei a garota mas tenho a poesia.
Eu li muita coisa dos humanos. Gosto mais da poesia humana do que a das outras raças. Adoro a arte dos humanos: elas me lembram como a vida é um sopro. Bela mas ainda frágil.
Sou da terceira geração do planeta. Meu avô veio na primeira nave quando tinha só 17 anos, mas ele perdeu a luta pro Cataclisma. Já meu pai morreu cedo num acidente com um carro voador.
Frágil.
O último ano foi meio maluco. Eu nunca tinha sequer imaginado fazer parte do Conselho, mesmo que sendo só um estagiário, eu cresci com o futuro traçado de agricultor nas plataformas de cultivo.
Foi Ralph quem me chamou. O chefe é um grande amigo.
Então…acho que é tudo o que tenho pra dizer hoje.
Humanidade, Iorems, qualquer outra raça, espero que escutem nossas mensagens e possam encontrar nosso lar. O planeta é grande e não podemos cuidar de tudo sozinhos ainda.
O Cataclisma não existe aqui.
Indigo Bluehert.
*Fim do Registro*
———————————-
OBS: Este é meu 30º texto aqui no blog! Em quase um ano de existência eu nunca achei que escreveria tanto. Obrigado a todo mundo que me lê (nem que seja de paraquedista hehe).

Leave a Reply